Bacalhau à Lagareiro sem segredos

( 1 voto )
Loading...
  • Preparação0 m
  • Porções5
  • Confeção:Forno
  • Nível: Fácil
Imprimir Receita

Ingredientes

  • Adicionar à lista de compras +
  • Adicionar à lista de compras +
  • Adicionar à lista de compras +
  • Adicionar à lista de compras +
  • Adicionar à lista de compras +
  • Adicionar à lista de compras +
  • Adicionar à lista de compras +

Preparação

  • Esta receita foi-me ensinada por um senhor que era o vigilante das Casas da Cabreira em Cabeceiras de Basto e que foi na infância e adolescência moço do Lagar onde esta receita nasceu, criada pelo Mestre Lagareiro. De salientar que tudo o que era necessário para esta receita existia no lagar, com exceção do bacalhau, que era levado pelo dono das azeitonas que ali as ia transformar. De salientar que o bacalhau, era demolhado a partir da manhã, num saco de linhagem mergulhado da água corrente do regato que alimentava a prensa. Chegada a hora de fazer a refeição, o bacalhau, dada a renovação constante da água estava pronto para ser cozinhado. Dada a explicação sucinta da origem da receita, aqui vai ela: - pôr as batatas a cozer com a casca e quando estiverem cozidas dar-lhes um murro. Partir as cebolas às rodelas e pô-las a fazer cama numa assadeira de barro vermelho. Pôr as postas de bacalhau e à sua volta, as batatas. Sobre elas picar os alhos. Pôr muito azeite, até meio da assadeira. Regar com vinagre e levara forno muito quente. Convém recordar que na origem, ia a fornalha do lagar. Entre 5 a 10 minutos depois de entrar no forno está pronto. Esse é o tempo necessário para fazer umas saladas para acompanhar, de preferência de tomate.

Publicada em Mais de um ano
0 impressões
11 visualizações
Guardada em 0 favoritos
x

Registrar

Palavra passe perdida